3 exercícios que você deve fazer para reduzir a cintura

O treinamento da região abdominal sempre tem gerado grande controvérsia entre os profissionais dedicados à atividade física e o esporte. Devemos ou não devemos fazer abdominais? Será que servem para reduzir a cintura? Como são bons todos os abdominais? Devemos deixar de fazer abdominais, tal como os conhecemos? A simples palavra “abdominais” gera na internet em torno de 15 milhões de resultados! No entanto, ainda hoje continua em vigor um desconhecimento generalizado sobre o seu emprego, a sua utilidade e benefícios.

A utilização de exercícios abdominais se conduz durante décadas. Isso não quer dizer que estes exercícios sejam eles bons ou maus, de fato, em sua justa medida e com uma aplicação adequada poucos exercícios são “maus”. No caso dos abdominais, seu emprego é algo herdado e tradicional” no mundo do fitness, algo que muitas vezes leva a erros.

Se o nosso objetivo é reduzir a cintura e evitar lesões, devemos eliminar de nossas rotinas e os crunh ou psiquiatras em que a coluna se curva para elevar o tronco, aproximándolo o trem inferior a partir de uma posição que fica.

Por que devemos nos concentrar no trabalho de oblíquos e transversos?

Se você olhar, a direção das fibras destas regiões “envolvem” todo o abdômen, exercendo a sua função de “faixa natural”. De fato, os movimentos que provocam estes músculos orientam, em grande medida, o trabalho que devemos realizar.

Hoje proponho 3 exercícios destinados a fortalecer esses músculos que você pode fazê-los sem problemas ou prejuízos, tudo o contrário.

Pronto para começar?

Elevação lateral das pernas

Neste exercício, você não deve flexionar o tronco, nós vamos nos beneficiar da posição em que nos encontramos para elevar as pernas (juntas) e ativar a musculatura da região oblíqua e transversa. Faz 3 séries de 15 repetições para cada lado, para completar o exercício.

Oscilações laterais em ferro

Vamos somar a uma prensa prono sobre as mãos uma rotação de quadril, voltada para o solo. Se você olhar, antes de chegar a entrar em contato com o solo deve conter essa inércia e a força necessária para fazê-lo depende do core (glúteos, abdômen e lombar) e em especial da região transversa e oblíqua.

Lembre-se girar os tornozelos desenvolvimento importante de novas energias para o movimento. Faça 3 séries de 10 repetições para cada lado.

Tesoura em suspensão

Este gesto isométrico com o TRX , para testar a força de seus oblíquos e transversos. Só tens de manter a posição durante cerca de 15 segundos e, em seguida mudar de lado. Faça isso 3 vezes e você terá concluído o exercício.

Como sempre, espero que minhas dicas vos tenham resultado de utilidade e desejo-vos um feliz fim-de-semana desportivo a tod@s Sportlifer@s.

Leave a Reply