5 novas formas de trabalhar seus oblíquos

Com o novo ano todos nós nos propomos a alguma meta, algum objetivo, algo que nos motive e nos anime a continuar com o nosso trabalho e como não podia deixar de ser, dentro desses propósitos entram os esportivos. Perder peso, aumentar a massa muscular, perder as nossas marcas na carreira,…

De certeza que já viste alguma que outra rotina para introduzir exercícios abdominais em suas rotinas de treinamento, mas, talvez, não encontre a variedade que você procura. Exercícios diferentes que façam suas sessões de abdominais mais interessantes e acima de tudo mais eficazes.

A musculatura do abdômen tem uma relevância muito mais importante do que podemos pensar. Ajuda significativamente a manter o nosso equilíbrio do corpo, para facilitar a respiração, para aliviar a pressão sobre a coluna, e muito mais…

Uma boa seleção de exercícios pode tornar mais produtivo o seu treino e para isso deve haver uma certa variedade. Não é uma questão de fazer psiquiatras abdominais, é necessário implicar em maior medida a musculatura transversa e oblíqua do abdômen, algo que nos ajudará a manter a temida barriga e nos trará grandes benefícios.

A partir de um ponto de vista respiratório, abdome e tórax encontram-se intimamente relacionados. O cinto abdominal apenas está sustentado a nível ósseo pelas vértebras lombares, o que faz com que o diafragma fique sustentado por faixa abdominal. Quando este não encontra um apoio firme, devido a uma fraqueza abdominal, tem que descer mais, fazendo com que se compriman mais as vísceras internas e isso pode desencadear uma insuficiência respiratória. Além disso, este grupo muscular, desempenha um papel fundamental de suporte e estabilização durante as atividades dinâmicas.

Dentro de uma rotina de abdominais costumamos trabalhar as diferentes regiões do abdômen, incluindo mais ou menos exercícios. É necessário lembrar que esses exercícios incidem em uma ou outra região, mas como já vos disse em outras ocasiões, os abdominais são um único grupo muscular.

Quando chegamos à zona dos oblíquos, recorremos aos clássicos crunch oblíquos, apoiando um tornozelo sobre o joelho e segurando o cotovelo oposto para o joelho que está suspensa no ar. Se já se cansado daqueles clássicos hoje vos proponho 5 novas formas de treinar nossos laterais. Envolvendo o Núcleo, estabilizadores da coluna e muito mais.

Pronto para começar?

oblicuos1oblicuos2oblicuos3oblicuos4

oblicuos5

Espero que tenham resultado útil minhas dicas. Feliz ano novo e feliz início de semana esportiva. Humor com o treinamento Sportlifer@s

Fotografia: Cesar Lloreda

Leave a Reply