Assim são as novas adidas Supernova Glide 9

Por Miguel Ángel Rabanal

Nós testamos a edição número 9 da Adidas Supernova, que é o modelo de sapato mais vendida e polivalente que a Adidas coloca à disposição dos corredores de pisada neutra.

Com uma estética sem extravagâncias, nem cores vivas, conta com uma personalidade própria , que continua a manter as 3 bandas como marca de identidade, mas incorpora uma zona dianteira e traseira, que apaixona-se por nada mais vê-la.
Parece que muita da tecnologia das novas Supernova deve-se à influência do modelo topo de gama da Adidas, as UltraBoost.

SOLA:

É formada por um pequeno taqueado que promove uma agradável sensação em cada passo e várias janelas formam uma grade que permite ver o material Boost da mediasuela, algo que se favorece a plasticidade da sola em qualquer superfície rígida, que se desenvolve às mil maravilhas no asfalto ainda estiver molhado ou escorregadio como em zonas com gelo ou com cascalho, em parte graças ao material Continental, que vem sendo habitual em todos os modelos da Adidas.

A parte central é formada pelo típico sistema de Torção, que desta vez foi minimizado e o constitui apenas uma placa retangular que cumpre perfeitamente a sua função e oferece independência entre a parte dianteira e traseira, além de uma certa personalidade estética.

MEDIASUELA:

Incorpora um 80% do material Boost frente a 55% do modelo anterior, pelo que a reatividade da sapatilha, é de notar que, a velocidades elevadas, o que a torna uma boa alternativa para as sapatilhas de competição para todos os tipos de corredores.
Na parte traseira exterior tem um estreitamento muito interessante para favorecer a suavidade do impacto e fazendo uma pisada mais natural do pé.

UPPER:

Para dar forma ao calçado e impedir que o pé deslize para a frente, conta com um reforço de borracha muito fino na parte interna (não se vê por fora), que longe de incomodar-é muito macia ao toque e à pressão dos dedos sobre o mesmo. Este sistema evita todo o tipo de costura e, permite uma forma larga bastante ampla, que possibilita o uso de modelos especiais para aqueles corredores que precisam quer seja por problemas de pronação ou outras patologias.

Conta com um salto curvo que consegue abraçar o tendão de Aquiles de uma forma mais anatômica, natural e flexível.

As zonas laterais do calcanhar ao lado da mediasuela são reforçadas com um contraforte molde em um material flexível de silicone e muito leve, que permite um melhor ajuste e dá um toque estético característico.

OUTROS DETALHES A CONSIDERAR:

A área abaixo da modelo, é formada por uma malha em forma de grade que deixa a luz o material Boost para favorecer a reatividade deste material com o modelo, seria algo semelhante ao que acontece com a sola da chuteira, mas por dentro.


RECOMENDADAS PARA:

Qualquer tipo de corredor, seja leve ou pesado, já que conta com suficiente capacidade para desenvolver-se tanto a ritmos lentos como rápidos, e até me atrevo a classificá-lo como uma boa sapatilha para competir nas meias e maratonas para a maior parte dos atletas populares.

Peso: 361 g (tamanho 12USA)
Drop: 9 mm
Ritmos recomendados: 3.20-5.40/km
Preço recomendado: 140 €

Leave a Reply