Céus pesados | você Limites? Mais além deles!

Boas tardes,

no Inverno, quando treino, quase sempre se dislumbra no horizonte alguns dos céus com tintas cinza e cheio de nuvens. Os pores-do-sol que eu busco em muitas ocasiões para fazer esqui nórdico, em um circuito com pouco trânsito no meio de uma área de cultivos, costumam apresentar alguns tons alaranjados lindas. Assim foi ontem, onde a estampa que acompanhava o impulso dos bastões, era um mar alaranjado muito bucólico, a esta sessão, muito própria de suecos e noruegueses, seguiu-se uma hora de musculação e passou do romantismo à ação em questão de segundos… Esta manhã a dor corporal era mais característico de um drama.

As semanas vão passar paulatinamente. Os quilômetros semanais ainda não são muito excessivos. Não completei nenhuma semana com mais de 200Km (145-150 para atletas a pé), mas é uma época, onde outros conteúdos ganham muito mais relevância, como o trabalho de força geral que estou fazendo de múltiplas formas, seja no Krankcycle (bicicleta de mãos), sessões de ginástica, trabalho proprioceptivo com o Aquahit, trabalho de fortalecimento escapular com pulseiras e equí nórdico, à razão de 30-40Km por semana. Ao final, o que lhe permite não lesionarte é toda a base de força que gera e o trabalho de flexibilidade com métodos estáticos forçados como o famoso “Sölveborg”.

CIMG1645

Basicamente, os sete dias da semana, só que eu subo para a cadeira de quatro, embora sessões são bastante longas. No Domingo cheguei a completar 2h15min em rolo a 145-150 batidas e Sexta-feira, antes de enfrentar 9 horas, na Universidade, fiz 10Km + 8×2) a 165-170 batidas com um minuto de recuperação + 2Km … Sinceramente, às nove da noite, era um morto em vida em sala de aula.

A análise diária do monitoramento da Freqüência Cardíaca é a ferramenta de Neurofisiologia que eu aplico para saber se me adapto ou não às cargas de treinamento

A análise diária do monitoramento da Freqüência Cardíaca é a ferramenta de Neurofisiologia que eu aplico para saber se me adapto ou não às cargas de treinamento

Esta temporada vai ser muito longa, de fato, a Maratona de Oita (Japão) a 9 de Novembro, assim que, até o final de Fevereiro, o trabalho de Força vai ser predominante e o meu retorno à competição não terá lugar até ao final de Março em Portugal.

Espero já estar em forma no dia 13 de Abril, com a Copa do Mundo de Maratona em Londres e a Maratona de Boston como pratos fortes da Primavera.

Este mês renovaré com todos os meus patrocinadores e ao final do mesmo vos comunicar uma nova empresa que vai ligar sua imagem ao meu projecto… Francamente, essa é uma outra tarefa de que me encomenda pessoalmente, assim que já vedes que eu tenho uma vida muito divertida, mas há duas regras que nunca quebrá-lo e me permite render cem por cento diariamente… eu Dormir 10 horas por dia!!! e Sonhar as 24 horas do dia!!!!

Saudações atléticas,

Santi

Im a twitterman @santirun

Leave a Reply