Descobrindo o meu outro eu: O Estudo Metabólico

Muito boas Guerreiras!! Como vocês estão??

 pesandome para o estudo metabólicoHoje vos trago um #ConsejodeGuerrera o que vos direi dos Estudos Metabólicos. A verdade é que me há muita ilusão explicaros que é, porque é realmente incrível o que descobrimos…

Tenho de dizer que fiquei chocado a complexidade de aparelhos, máquinas e cabos que me ligaram e, acima de tudo, a grande quantidade de dados e de informações que provêm de nós…

Cada dia nos olhamos ao espelho, nos ouvimos, tocamos, nos tocam… e com isso, acreditamos que somos conscientes de nós mesmos… Mas há 50% de nós que desconhecemos totalmente: o Nosso interior. Realmente, se fizermos um paralelo, um estudo metabólico é como se nos metieran uma câmera em nosso interior, nos observassem e depois nos deram uma avaliação objetiva do que vem: ‘Olha Barbara, você é uma mulher atleta, que consome muito bem as gorduras, que tem muito desenvolvida sua capacidade anaeróbica, mas para o seu objetivo esportivo necessita….” Ou seja, se explicam qual é o seu ponto de partida e depois se dão as diretrizes precisas de o que você deve fazer para alcançar mais facilmente seus objetivos.

O que é um estudo metabólico?

Pois resumiéndolo muito é um conjunto de provas que dão ao atleta (ou qualquer pessoa), uma ferramenta 03. medidas para o estudo metabólicomuito útil para alcançar de uma forma mais fácil e direta de seus objetivos. Estes objetivos podem ser dos mais variados desde perder peso, redução de gordura, aumentar a massa muscular,…, até obter um maior desempenho físico, melhorar o nível de energia, recuperação…

Quais testes inclui o estudo?

Eu fiz dois dias de testes na clínica Arthrosport de Valência. O primeiro durou umas duas horas e depois, alguns dias mais tarde, tive uma segunda reunião em que me deram os resultados junto a uma rotina esportiva e uma nova dieta adaptada aos meus objetivos. No meu caso, meu objetivo é aumentar um pouco mais a massa muscular para me ver mais de fitness.

No total, são cinco provas que serão distribuídas da seguinte forma:

1.- Em primeiro lugar, tive uma entrevista com Pep Curiel, fisioterapeuta e diplomado em dietética e nutrição esportiva. A verdade é que tem um CV de infarto e foi ele quem me acompanhou o tempo todo, explicándome passo a passo todas as provas. Durante a entrevista, expliquei toda a minha alimentação e minha rotina esportiva, mas além disso eu tive que explicar claramente quais eram meus objetivos.

2. Em seguida, rellené uma pesquisa de que Pep Curiel extraiu um perfil bionutricional e com toda esta informação já passamos à sala de provas.

06. Estudo em repouso para o estudo metabólico3. Uma vez na sala de provas, a primeira coisa que fez foi pesarme e tirar medidas do perímetro da cintura e quadris. Depois de já realizamos umestudo de minha composição corporal (teste cineantropométrico) por bioimpedância elétrica. Para fazer isso tive que tumbarme em uma maca e Pep Curiel me colocou cabos a partir dos pés até a cintura. Estes fios estavam conectados a uma máquina e receberam informações sobre o meu IMC (Índice de Massa Muscular), minha % de gordura corporal e massa magra (músculo), minha hidratação, metabolismo basal, função cardíaca,… Este estudo, entre outros dados, deu como resultado que, para o meu objetivo fitness devo aumentar a massa muscular e reduzir, na mesma proporção, porcentagem de gordura corporal.

4. Após esta prova, tocou o estudo do consumo metabólico em repouso. Para isso, eles colocaram uma máscara de plástico duro no rosto e o único que eu tive que fazer durante 25 minutos, foi fechar os olhos e ouvir a música clássica que me colocaram os capacetes. Foi muito relaxante.

Com estes testes pude saber em que medida e percentagens reais queimou os carboidratos, as gorduras e as proteínas em repouso. Alguns dados necessários para depois projetar uma dieta totalmente personalizada.

5. Análise de gases em exercício ou ergoespirometría. Este teste eu fiz em uma bicicleta elíptica, também com a máscara posta e durou cerca de dez minutos. Com estes testes sabemos também em que medida e percentagens10. Em cima da bicicleta com Pep curiel para o estudo metabólico02 queimamos os carboidratos, as gorduras e as proteínas durante o exercício.

Estes análise de gases também revelou que devido aos meus treinos contínuos de cardio e correndo para fazer maratonas, tenho um excelente desenvolvimento da zona aeróbica e da zona anaeróbia láctica, mas não da zona de transição ou zona anaeróbia aláctica, o que equivale apenas a força e a potência. De maneira, que tenho que trabalhá-la um pouco mais.

Qual a aplicação prática tem um estudo metabólico?

Pois bem, a nível nutricional nos dá alguns valores exatos dos nutrientes que consumimos em repouso e durante a atividade esportiva. O que permite projetar uma dieta totalmente personalizada para alcançar os nossos objetivos.

A nível físico, também nos dá informações sobre nossos percentuais de gordura, massa muscular,… e os compara com a média da população e com o ideal que nos propusemos. Desta forma, temos dois dados comparativos muito interessantes para saber qual é o nosso ponto de partida e o que nos falta para chegar ao nosso objetivo.

A nível desportivo, nos dá informações sobre as frequências cardíacas-chave, ou seja, nos diz exatamente o que nutrientes gastamos em cada momento e, portanto, nos permite criar uma rotina esportiva adaptada aos nossos objetivos.

Guerreiras, vos eu colocar um rollazo tremendo, mas a verdade é que eu acho que valeu a pena. Espero ter respondido todas as dúvidas e perguntas sobre o que é e para que serve um estudo metabólico!!!

UM ABRAÇO E FELIZ QUINTA-FEIRA!!!

SITE de Bárbara Munar

Instagram e Twitter

Facebook

E-Mail

Leave a Reply