Desejos e valores do atleta para 2017

Female Runner jumping into the new Year 2017 and leaving 2016 atrás.

Os desafios e a saudável ambição: desejos e valores para o ano novo

Muitos são os que, no início do ano são marcadas como objetivo começar a praticar exercício. Mas existem muitos outros para os que o esporte já faz parte da sua filosofia de vida. Estes pais, mães, trabalhadores, mestres de casa, esportistas natos, também marcam objetivos em relação à sua rotina. Porque os objetivos, os desejos, o que fantaseamos com a obtenção, mantém viva a nossa motivação. Sabemos que nos sentimos bem fantasiando com os sonhos, mas que uma vez alcançados, perdemos a motivação que tínhamos para alcançar-nos. Assim, para nos sentirmos vivos, voltamos a trabalhar ou fantasiar com novas conquistas, e assim, eternamente.
Imagine que você é de que este ano se colocam pegar uma rotina e começar a correr de forma regular. Quando você conseguir, vai querer mais e para 2018 pedirás algo com um plus de exigência que mantenha seu entusiasmo pela torcida. Correr em si, ou praticar qualquer outro esporte, é motivante, como tal, mas as pessoas, por natureza, geralmente gustarnos superar, crescer e ver como melhoramos nossos registros pessoais. É o valor da superação, que também é acompanhada de outros valores como a disciplina, o esforço, o trabalho e a perseverança. Graças a esses cinco ingredientes, conseguimos ser melhores como atletas, como trabalhadores e também como pessoas. Pensar em outros desafios está relacionado com a saudável ambição.

Com que costuma fantasiar ou que se pode colocar como objectivos para o ano que entra uma pessoa alegre?

1. Que as lesões lhe respeitem

Uma lesão supõe uma pausa, sair da rotina, a incerteza de não saber em que estado de opções voltar e se você vai se sentir tão bem que quando você lesionaste. É também acumular dores, dúvidas e trabalho de fisioterapia. Uma lesão de mudar o estado de espírito, não só pelo inconveniente, mas porque implica deixar de fazer algo que te fazia sentir muito bem. Muitos são os que se precipitam e são testados antes do que deveriam, que infravaloran os conselhos de profissionais e termina por cobrir a lesão. O melhor é atender aos conselhos dos profissionais. Neste caso, só resta aceitar e dar-nos tempo. Nós temos toda a vida para voltar a correr!

2. Melhorar as marcas e superarmo-nos

O crescimento faz parte da vida. As pessoas que nos movemos por motivações. Uma vez que você conseguiu fazer um passo ágil, agora procura baixar os tempos, trabalhar a força ou ter mais resistência. Todos nós queremos sempre ir mais além. Graça a esse inconformismo, melhoramos.
Trata de definir essas melhorias, em função do que depende de você, o que é controlável. Evita a frustração. E se você deixar aconselhar por um profissional, melhor. Eles te dirão a progressão que você deve ter para avançar.

3. Poder participar em provas escolhidas

O sonho de todo piloto é correr uma maratona como a de Nova York ou Boston. Nem sempre tem acesso, ou porque você não consegue o dorsal ou porque economicamente é inviável. Tê-lo como objetivo te ajudar a planear o ano, antecipar, pedir apoios, adequar as férias, etc. isto passa, sobretudo, por sua capacidade de organização, planejamento e antecedência, não só esportiva, mas, a nível profissional e familiar.

4. Conseguir acoplar os filhos ou o casal a seu gosto

Quando você gosta de sua torcida está ansiosa por poder compartilhá-lo com as pessoas que mais quer, pensando assim que os outros sintam a mesma emoção que um. A forma como proposta pode ser a chave do sucesso. Não tente fazer chantagem emocional “se não vens correr comigo é que eu não quiser o suficiente” ou “seria feliz se salieras a correr comigo, além disso, lhe convém”. É preferível expressar o seu desejo de forma honesta e clara, “você gostaria de experimentar um dia o running e sair a correr juntos?”. Não machaques aos seus filhos ou companheiro (o dia todo com os benefícios de correr, o que se sente ou os motivos por que levar uma vida saudável. A maioria deles sabem, mas não têm encontrado o seu momento para começar. Com as crianças é melhor começar jogando. Fazendo séries no parque, marcándote metas com eles, deixando que desfrutem sem lhes exigir.

5. Plano de poupança para comprar um tênis, ritmo cardíaco ou qualquer tipo de material que está acima do orçamento

Quanto mais você ama seu esporte, mais amas tudo o que o rodeia: material esportivo, revistas ou acessórios. E quanto mais se avança, mais qualidade pedir a todo o material. Quando um se submeteu saudavelmente com seu esporte, procura que seus presentes de aniversário ou de reis sejam esportivos. E se não, economiza. Assim, um propósito de ano novo é economizar para poder comprar esse material que tanta ilusão nos faz e que, habitualmente, não pode dar como capricho. Os objectivos mantêm-nos focados em nossos desejos, nos guiam o caminho. E isso implica em adesão, seguir com a rotina saudável.

Leave a Reply