Dicas para desfrutar com a ‘cheat meal’ ou ‘comida armadilha’

Cada vez é mais comum o conceito de ‘Cheat Meal’ ou ‘Comida Armadilha‘, que consiste em permitir uma refeição ‘prêmio‘ com alimentos não permitidos em uma dieta para perder peso. Se costuma fazer no almoço ou jantar de um dia da semana ou do mês.

Digamos que é um momento de ‘relaxamento da dieta’, em que você se permitir uma refeição sem regras, no plano ‘capricho’, com os alimentos que você não deve comer em uma dieta para emagrecer. Costuma ser um alívio, um reforço para a vontade que tenho que ter para seguir uma dieta.

A dúvida é: você REALMENTE ADELGAZAS SE você INCLUIR ‘CHEAT MEALS’ EM SUA DIETA?

leptina-efeitosOs defensores das ‘cheat meal’ baseiam-se nos níveis de leptina, conhecido como hormônio regulador do apetite, e que é sintetizado nas células de gordura, principalmente. Quando você tem um tempo a dieta, os níveis de leptina diminuem, provocando a sensação de fome e avisando ao tireóide para reduzir o metabolismo e ter menos gasto calórico, enquanto se mantêm as reservas de gordura e cada vez custa mais emagrecer, ainda estando a dieta. Ao introduzir uma ‘cheat meal’ rica em calorias em uma dieta para emagrecer, se faz um tratamento de choque’, aumentando os níveis de leptina, e com isso, deverá ser acionado o metabolismo para queimar mais calorias a partir da gordura de reserva.

Minha opinião é que não, não acho que as ‘cheat meals’ sejam uma boa idéia, em geral, e menos, se você está tentando perder peso. Esta teoria baseia-se no emagrecimento com dietas muito restritivas, que para perder peso de forma saudável e permanente, devemos evitar dietas rigorosas que nos deixam com fome, provocando uma diminuição dos níveis de leptina e reduzindo o metabolismo ao mínimo. Melhor deixar o ‘plano de poupança de energia’ para reduzir a factura da luz e ir apagando as luzes de casa.

Por que não é aconselhável fazer ‘cheat meal’ se estas emagrecimento? Porque, à horaI am ready to eat. Cheerful fat man is rubbing his hands while sitting near beer and sandwich. He is looking at camera and smiling de perder peso, o mais importante é criar novos hábitos saudáveis que se integrem bem no nosso dia-a-dia de forma permanente, como comer mais saudável, acostumar-se a fazer o exercício a cada semana e a ser pessoas ativas a cada dia, etc.

Se o nosso objetivo é emagrecer, nós sabemos que temos que seguir um plano de dieta e exercício durante 1, 3, 6 meses ou até um ano. E para isso, precisamos trabalhar a força de vontade, porque o princípio não é fácil mudar os maus costumes, mas com o tempo o que parecia um sacrifício, agora será algo normal, e desfrutaremos comendo alimentos saudáveis e exercitando os músculos de muitas maneiras diferentes, sem pensar nos quilos ou na barriga.

Se seguirmos sonhando com as pizzas e Fome male heavy eater is pouring popcorn into his mouth with enjoyment. He is lying on couch with laziness near box of pizzahambúrgueres que vamos comer deitado no sofá, quando adelgacemos ou na ‘cheat meal’ da semana não trabalhamos com a força de vontade a longo prazo. Embora pense que sim, porque você pode parar de comer bolos de chocolate durante 6 dias, o verdadeiro esforço é, quando também não lhe dá um pão, no sétimo dia, deve olhar a longo prazo, e imaginar que algum dia, você vai encontrar mais prazer em baixar seu tempo em uma corrida de 10 km que em saborear seu bolo de chocolate, e isso não significa que não volte a ir a sua pastelaria preferida quando quiser dar um capricho, mas será tão ocasional e o farás de uma forma mais livre e natural. Talvez quando você descer do seu tempo de 10km, ou não, simplesmente porque um dia é um dia, e hoje você gosta, mesmo que já não se lembra da última vez que você gastou para comprá-lo. Essa ‘independência nutricional’ eu te fará sentir-se melhor com seus desejos e apetites por alimentos “não tão saudáveis’.

E há muito mais. Minha experiência com pessoas que conseguiram emagrecer e que não tenham recuperado os quilos depois, é que agora desfrutam comendo saudável e fazendo exercícios, e já não querem voltar à sua vida anterior. Agora preferem comer um prato de pescada com legumes a um hambúrguer com batatas fritas, e não só sabe melhor, é que descobriram que o seu hambúrguer favorito já não sabe tão rica como eu sabia antes.

Para mim, este ponto do prazer e o sabor perante os pratos mais saudáveis é a chave, porque todos nós gostamos de comer, e devemos desfrutar da comida, mas a comida lixo maleduca ao paladar, há que queremos comer mais gordura e mais açúcar e que não nos sintamos satisfeitos, sempre queremos mais comida. Em contrapartida, a comida saudável, tem diferentes sabores, texturas e aromas, nos educa o paladar para desfrutar do prato com pausa, e nos sentirmos saciados ao terminar.Young girl comendo a lot of food at once

CONCLUSÃO: Salvo exceções em pessoas com uma grande força de vontade e uma dieta e treinamento muito rigoroso, não acho que devemos incluir ‘cheat meal’ com comida lixo ou muito alta em gordura e açúcares na hora de perder peso, mas sim que devemos seguir a dieta rigorosa até que cheguemos ao peso que queremos alcançar. A indulgência na hora de fazer dieta, pode ser o princípio do fim, especialmente em pessoas que gostam de comer muitas quantidades de comida, gordura e rica em açúcares. Também não é recomendável fazer ‘cheat meals’ em pessoas com distúrbios de conduta alimentar, já que podem desencadear um ataque de bulimia por a culpa psicológica após o pouco saudáveis.

The-Rock-Fraude-Meal-Final

Vale a pena, mas… E se falamos de dieta de manutenção e não de emagrecimento. Você pode comer ‘cheat meals’? Nesse caso, há uma margem maior na hora de mimar de vez em quando, mas eu continuo pensando que a maioria das pessoas tendem a relaxar com facilidade e desfrutar comer (e beber), em quantidade que não devemos, mais quando não temos problemas de peso. E isso não é ruim, mas você sempre tem que manter um controle básico, não vale tudo, nem em todas as horas. E eu penso porque eu tenho muitos anos rodeada de pessoas atletas, populares e profissionais ou exprofesionales de diferentes esportes, e 99% são bastante cuidadosas com a sua dieta, mantêm o seu peso para continuar fazendo esporte a cada dia, e não o fazem para emagrecer, o fazem por saúde e energia, já que estão em seu peso e forma. Igual que fazem o esporte de forma habitual, cuidam que comem a cada dia, é um estilo de vida saudável. E sim, se permitem caprichos, umas vezes ao dia, outras vezes por semana, e outros durante o fim-de-semana, mas quando analisar seus ‘caprichos’, são bastante equilibrados: um casal de onças de chocolate, uma fatia de bolo caseiro no fim de semana, um café da manhã completo no domingo, após o treino ou uma cerveja ou duas, com os amigos. Sabem comer de forma saudável, desfrutando de seus alimentos favoritos com controle.

Como fazer um ‘cheat meal’ saudável?

A chave é a quantidade e a qualidade. Você deve escolher bem o que você quer comer como ‘cheat meal’ e quanto você vai comer.

Faço-vos uma reflexão. O conceito de ‘cheat meal‘ não é algo novo, há anos que faço esporte, e me inspirou muito em pessoas mais velhas que têm feito de esporte, de toda a sua vida e se encontram no planeta. Sempre que posso lhes pergunto como treinam, o que comem, etc., porque, para mim, são um exemplo a seguir. A certeza de que todos tendes alguma pessoa assim perto, esse avô ou avó que continua correndo maratonas, depois de aposentar-se, ou a avó da piscina que tem o corpo de arrependida e há os longos borboleta sem a última palavra em termos. O que eu verifiquei é que todas essas pessoas maiores e atletas se cuidam muito, na mesa, no tênis e no descanso, mas também gostam de comer.

This beefburger contains 12 burgers.

Há uma frase que repetem muito: ‘Eu adoro comer, mas aprendi a fechar a boca’. O que significa? Pois que sabem que têm que ser controlado e não comer o que lhes tal porque os anos não perdoam, por mais que você treina, e se quiser manter seu peso, você tem que aprender a comer o que você precisa em cada momento, às vezes a comer menos quantidade, mas qualidade. E aprenderam a desfrutar do prazer da boa mesa, mas agora a festa é algo que incluem em sua agenda, para escolher o bem, quando se dão, em um bom restaurante, com amigos, e comendo pratos e alimentos de boa qualidade, em menos quantidade do que quando tinham 20 anos.

Vamos lá, se você quer comer algo doce, o fazem com o fim-de-semana, desfrutando de um bolo caseiro, com a família, não se acoplar aos bolos.

Também é comum que ‘cada capricho leve sua penitência’, é dizer, que compensam o excesso de calorias de uma refeição ‘cheat meal’, treinando a mais tempo, ou com mais intensidade nesse fim de semana. E segunda-feira-lhes toca comparados para verificar se são alimentados ou não. E se você ganhou peso apesar da penitência, lhes toque em entrar para o ‘plano’ de perder esse peso, ao longo da semana. E são muito bons, porque conseguem tirar o quilo ou dois do fim de semana antes da quarta-feira ou quinta-feira, assim não se vão acumulando quilos que depois são mais difíceis de perder.

Eu acho que essas pessoas que chegam para cumprir anos, mantendo o seu peso com exercício e alimentação saudável, quase de ‘dieta’, têm a chave dos ‘cheat meal’.gorila-do-cheat-refeição

Três Armadilha-Dicas para não errar com a ‘Cheat-Meals’

  1. Uma ‘cheat-meal’ por mês, e não uma por semana ou por dia…
  2. Há sempre uma versão de ‘fitness’ mais saudável a comida lixo. Nem a comida rápida, nem luxo, nem as tiras de bacon e panquecas são opções na hora de fazer uma ‘cheat meal’, por muito que ‘The Rock’ postar fotos no Instagram com suas montanhas de panquecas para mimar-se depois de um duro treino. Escolha um hambúrguer feito em casa, um bolo caseiro, ou um pequeno-almoço completo com alimentos naturais e não processados, por exemplo.
  3. Enquanto você não conseguir seu objetivo, não se deixe ‘cheat meals’. Por muito que digam os gurus do fitness, não convém relaxar na hora de perder peso.

Dizem que mudar de hábitos requer a 21 dias, mas não é verdade. A maioria das pessoas precisam de 2 a 3 meses para consolidar um novo hábito como o exercício ou alimentação saudável. Outras precisam de mais, de 3 a 6 meses. Se você permitir refeições ‘cheat meal’, você pode relaxar demais, e a força de vontade não , a outras relaxar muito. Melhor que se dê pequenos caprichos como um par de onças de chocolate preto que um sorvete de chocolate, ou um hambúrguer caseiro grelhado com salada fresca e queijo fresco de molde que um hambúrguer comercial com pão, batatas fritas e refrigerantes, ou um café da manhã de frutas frescas, iogurte e sementes de chia que cerca de churros com chocolate ou um croasán com geléia e manteiga.

Aqui vos deixo o vídeo do ator Dwayne Johnson, conhecido como ‘The Rock’, que antes de ator foi campeão 8 vezes na WWF/E, e é famoso por seu desenvolvimento muscular e os seus treinos com grandes cargas. Publica ‘cheat meals’ depois de meses de dieta e exercícios superxigentes. São um exemplo de uma má ‘cheat meal’. Grandes quantidades de comida de plástico cheia de gordura e açúcar. Algo que não se deve fazer , nem mesmo quando conta com a genética e o treinamento de ‘The Rock’.

E este outro vídeo de Matt Stonie, que se propôs o desafio de conseguir comer a ‘Cheat Meal’ The Rock em uma hora, com
– 12 panquecas de chocolate e mirtilos
– 4 pizzas de casal
– 21 brownies de chocolate e manteiga de chocolate com 2 litros de leite

Será que ele conseguiria?

E se você ainda não tendes maravilhado ou achas que não pode ser verdade. Aqui está o vídeo que ‘The USA Today’ gravou com ‘The Rock’ com as 7 refeições do seu plano para gravar o filme ‘Hércules’, um plano de nutrição para o colossus. Nada recomendável para o resto dos mortais.

Leave a Reply