Doping popular, Parte I | Medicina e saúde

Não, não pensava em utilizar este meio como um desabafo, mas se não o fizer reviento. Sou médico e atleta popular (triatlo, corrida e ultimamente mais do ciclista). Em meu trabalho como médico vejo muitos perfis de pacientes e tento ser o melhor médico do mundo para eles, apesar de estar ciente de que posso cometer erros. Mas eu tenho 24 horas de raiva monumental e de tentar digerir, o que eu acho que não pode, e que no final me vai sentar-se mal. sketch-1453112098066

Nos últimos dois anos, me pediram doping para diferentes perfis de atletas (corredores e ciclistas), mas atletas populares. Estamos enlouquecendo ou que! EU NÃO ME DEDICO A ENVENENAR ATLETAS, isso em primeiro lugar. Em segundo lugar, se você fosse um deles ou se o que você está propondo. Você está ciente dos problemas que pode acarrearte as substâncias dopantes? Você está disposto a assumir esse risco (alto) por um “bom” lugar em uma competição?

A mim não me é ilusão, não, a mim não. Não há necessidade de que o faça às escondidas, eu não me importo em saber que você entrar. Mas, você e a seus filhos, a tua mulher, os pais, (…) os teus são o contas? COVARDE. Sim, mesmo como você ganhou mais uma competição, mas você é um covarde. Da próxima vez que chegar a casa com o maravilhoso troféu de valor incalculável, contar para os seus, diga-lhes como você conseguiu isso e assim tenha um sono tranquilo, ao menos esse dia.

Sim, com certeza que o trofeíto que se “llevaste” é de um valor incalculável, já que sua vida não se pode calcular o que vale, ou, pelo menos, para os teus, já que os fatos, para ti, a tua vida não tem nenhum valor. Se essa é a sua meta, frente, ainda assim, passa por cima de tudo, dá igual, passa por cima de sua vida, a confiança e a admiração dos teus, como te digo, a mim não me é ilusão, para os teus, os que te querem, a estes, ser-lhes estas enganando.

Eu vou continuar competindo, com a satisfação de terminar o melhor possível e sempre direi o mesmo, “…eu ganIMG_20160109_151516ado a todos os que vieram depois do que eu” e feliz da vida E quais foram os meus? Orgulhosos de mim.

Sendo popular, o que leva o doping? Te faz sentir melhor? Você acha realmente melhor? O melhor que quem? a mim não me é ilusão, para os teus, e só seu.

Eu vou continuar competindo e tenho claro que o farei, contra mim e o terreno, por que eu não sei quem você é, eu não sei onde te escondes, mas como você está ao meu lado, pensando em chegar o primeiro, com um descarajal hormonal e bioquímico em seu corpo que vai passar factura.

Se você soubesse quem você é, você se apresentaria para outro paciente que tive durante anos e que pouco pude ajudá-lo. Me reconhecia “entre lágrimas” que estava tremendamente “fodido” pela quantidade de “anabolizantes e outras coisas” que se havia metido no corpo em academias de ginástica e tudo por querer ser mais que os outros. Agora compreendia que nunca chegou a ser mais do que ninguém e como prêmio ela se encontrou com um sistema imunológico destruído, e alterado, com um sistema hormonal que não sabia por onde andava, com um aparelho genital (não sei como explicar)… não, neste post não vou contar os problemas do doping, apenas é de desabafo e com isso termino, com o compromisso de fazer outro post com os prejuízos que pode causar o doping popular.

POR CERTO RAPAZ, PARABÉNS! VOCÊ JÁ GANHOU, JÁ GANHOU?…

Leave a Reply