O PEQUENO-ALMOÇO “NÃO” É A REFEIÇÃO MAIS IMPORTANTE DO DIA

Quantas vezes você já deve ter ouvido e lido que há que tomar o pequeno-almoço muito, porque é o mais correto nutricionalmente falando. Até a saciedade-nos dito que há para jantar pouco e pequeno-almoço contundente, o que se toca o disse: “Toma como um rei, e comer como um príncipe e jantar como um mendigo“. Mas a minha opinião e de muitos outros especialistas em nutrição atuais, contradiz um pouco dessa máxima universal de superdimensionar a importância do pequeno-almoço, que deve ser considerado uma refeição mais diferentes que você tem que fazer ao longo do dia, mas não é o mais importante.

Se o nosso café da manhã a refeição mais copiosa e calórica do dia nos deixaria “amodorrados” para fazer as tarefas diárias, que na maior do que a maior parte das pessoas se condensa ao longo da manhã, e já para não falar, para treinar. Não há nada pior do que sair para correr, nadar ou pedalar com a barriga muito cheia. Há aqueles que alegam que o que comemos no almoço não engorda tanto se comemos no jantar, e estão errados porque o que faz com que nos engorda ou magro, vai depender de muitos outros fatores e do balanço energético que for ao final do dia entre as calorias ingeridas e as calorias gastas. Por isso, sempre me choca que a gente pare de tomar os hidratos de carbono no jantar, pensando que a noite não vai ter de atividade física, se vão transformar em gordura, e isso é mentira!, uma vez que os hidratos de carbono que tomamos a ceia servem para preencher os nossos depósitos de glicogênio gasto durante o dia com os diferentes exercícios e atividades, e nem muito menos vai se transformar em gordura, a não ser que a contribuição que façamos de hidratos de carbono sejam os simples (açúcares e doces) em vez de os complexos (cereais integrais, legumes e verduras).

Com isso quero deixar claro que não serve de nada atiborrarnos de hidratos de carbono pela manhã no café da manhã, já que a única coisa que conseguiremos é um pico de insulina que pouco ou nada nos ajudará a ser mais ativos nas nossas diferentes atividades e treinos da manhã.

Meu conselho é que desayunes de acordo com seus gostos e o que se sente bem e não se prenda em ingerir muita quantidade nem de comida, nem de calorias e muito menos de doces , como sempre se disseram. Trata de tomar café da manhã tranquilamente, sem pressa e de forma mansa, para que você possa começar o dia sem estresse e se sentir bem no estômago o que tenha a barriga cheia.

Não pense que você só deve tomar o pequeno-almoço suco e leite com cereais, que é o que sempre se disse, e embora seja uma opção válida não é a única e, em seguida , mostrar outros pequenos-almoços alternativos muito nutritivos, fáceis de fazer e que se sentarão de maravilha, escolha o seu!:

  • Opção 1: Torrada de pão com tomate e salsicha com pouca gordura.
  • Opção 2: Uma ou várias peças de fruta com um punhado de amêndoas e castanhas de caju.
  • Opção 3: Iogurte (1 ou 2) com frutas secas tipo damascos e nozes picadas.
  • Opção 4: Omelete de atum e maçã assada no micro-ondas.
  • Opção 5: Sanduíche de queijo com marmelo, e um chá branco.
  • Opção 6: Café e espeto de omelete.
  • Opção 7: Torrada de pão integral com abacate e atum.
  • Opção 8: Omelete de queijo fresco, espinafre (opcional) e passas.
  • Opção 9: Torrada de pão integral untado com manteiga, mel e chá vermelho.
  • Opção 10: Iogurte com morangos e castanhas, e um chá verde.
  • Opção 11: Tigela de leite de soja com aveia e passas.
  • Opção 12: Requeijão com tâmaras e amêndoas.
  • Opção 13: Cacho de uvas com queijo.
  • Opção 14: Suco de abacaxi e Cupcakes “queimador de gordura”
  • Opção 15: Fatia de pão com presunto serrano, meio tomate e banana.

Estes seriam pequenos-almoços normais para o dia-a-dia, seja para ir treinar ou trabalhar, e dependendo de qual seja a sua actividade e gasto calórico pode fazer mais refeições ao longo do dia que podem ser uma, duas ou até três, tendo em conta, que sempre serão alimentos (sólidos ou líquidos) que sejam fáceis de fazer e que te permitem continuar ativo física ou mentalmente durante toda a manhã.

Para mim, particularmente, gosto de fazer de vez em quando algum jejum, especificamente naqueles dias em que não tenho muita carga física e noto como nada mais me levantar pela manhã, pede-me o corpo não é perfeito. E é que, unjejum controlado antes da refeição lança em outras rotas metabólicas no organismo, e longe de perder energia, você sentirá como se estivesse mais ágil, física e mentalmente. Normalmente isso, não se pode fazer todos os dias, nem todo mundo vai sentir-se bem, e aqui eu coloquei o exemplo da minha esposa, a qual seria incapaz de sair de casa sem tomar o pequeno-almoço porque as vezes que o fez foi sempre tonto (no geral, as mulheres levam a pior, o de não tomar o pequeno-almoço).

Termino este breve artigo, dizendo que você não deve fazer caso os dogmas de alguns nutricionistas (influenciados por “comissões de especialistas” que são financiados por certas indústrias alimentares), de que você tem que tomar o pequeno-almoço muito, porque, como já vos expliquei, a partir de então que o pequeno-almoço é a refeição mais importante do dia, quanto a calorias e quantidade de alimentos, nem é imprescindível para render bem o resto do dia, e muito menos deve ser uma refeição em que abuses de produtos doces e refinados, porque se farão tão ruim, se os consumir a outras horas do dia, e é claro, o café da manhã não é uma refeição em que tudo vale e nada engorda.

Se tudo isso que tenho comentado já tem a certeza, e o que te preocupa, realmente, é que pequeno seguir o dia de uma competição, você pode entrar em contato comigo (www.intelligentrunning.es e terei o prazer de enviar-lhe umas recomendações grátis em seu e-mail.

Leave a Reply