Quando o preço por pedalar é muito alto

Tenho esperado a escrever este post para que passassem alguns dias a notícia para poder fazê-lo quando você me passasse o “aquecedor”. Eu não gostaria de parecer louco de bicicletas que acha que no mundo só existe para dar pedais. A verdade é que certamente é o que mais gosto de fazer e que me preocupa, especialmente o tema da segurança rodoviária. Ao lado do meu irmão Miguel (diretor de essa super revista que é Ciclismo a fundo), Sergio Palomar e a Paulo Bom promovemos há alguns meses, o slogan “um metro e meio é uma vida”.
Leio com muita atenção (mais bem preocupação) todas as notícias referentes aos acidentes de ciclistas na estrada. E eu tenho que dizer que, para mim, foi uma decepção que se tenha desperdiçado totalmente a Volta para promover a segurança do ciclista na estrada (e me estranha porque seu diretor Javier Guillen é cicloturista e um excelente gestor da rodada espanhola que tantas emoções nos deu este ano).

lleida
Mas o que eu queria comentar no meu blog esta semana é o atropelamento mortal em Lleida de dois ciclistas do Clube de Ciclismo Seròs há pouco mais de uma semana por um condutor que não só deu positivo no controlo de alcoolemia, mas que, além disso, fugiu do local, negando, assim, o auxílio aos feridos (houve dois ciclistas que puderam salvar a vida). Em um par de dias, o condutor foi posto em liberdade, verdade que com encargos, claro, e com carta de condução aposentado…¡faltando mais! mas nada impede que depois de tomar outras quantas copas volte a ficar atrás do volante e a truncar a vida, não só os que vão em cima da bicicleta, mas os que querem aqueles cuja única culpa foi amar a bicicleta como muitos de nós. Não serei eu quem defenda que alguém que possa estar meses na prisão à espera de um julgamento; o que peço é que a justiça seja rápida.
O que nos resta agora é continuar lutando por nosso direito de praticar esporte sem ter que jogar a vida. Nesta linha, este domingo, celebra-se uma concentração ciclista em Lleida para lembrar as vítimas do atropelamento Soses, acompanhar os Amigos do Clube de Ciclismo Seròs, reivindicar o direito dos ciclistas a circular na estrada com segurança, reivindicar uma urgente campanha de informação e consciencializar os condutores de veículos, bem como, solicitar a aplicação de medidas repressivas e exemplares para todos os transgressores.. Para todos os que vos possais chegar, no site da nossa revista irmã Ciclismo a fundo os detalhes. http://www.ciclismoafondo.es/cicloturismo/noticias-cicloturismo/articulo/concentracion-ciclista-accidente-soses

Leave a Reply