Resgatar hábitos | treinar-se para a vida

Patricia Reis Blog (2)Uma das desculpas que mais coloca as pessoas para não iniciar algo de novo é a falta de tempo. Muitos dos objetivos que nos propomos costumam estar relacionadas com hábitos de vida saudável: comer de forma mais saudável, parar de fumar, iniciar-se na prática esportiva, descansar um pouco mais, etc.

Encontrar tempo depende de três variáveis. Tomemos o exemplo de exercício:

1ª Gerir bem a sua agenda e colocar a nova atividade em local fixo. Não metas a nova atividade e a força, como se tivesse que introduzi-la com calçadeira. Pense no que você perde tempo, e trata de organizar-se para que caiba tudo. Grava a atividade esportiva, na agenda, no lugar que ele encontrou. Você já pensou em se levantar um pouco mais cedo para fazer desporto? Ou ver menos tv à noite? Ou até mesmo menos falar por telefone?

2ª Priorizar. Para que um objetivo novo possa fazer parte de sua vida, rotina e filosofia, tem que ser algo que você des relevância. Costumamos adiar ou deixar de lado aquilo que consideramos dispensável. Se responder e-mails para as dez da noite, uma ligação de um amigo que precisa de você, faça hoje a compra ou acabar de organizar o acha-se sempre mais importante, você terminará atrasando a sua hora de exercício.Patricia Reis Blog (4)

3ª Fazê-lo oco. Pode ser que sua agenda esteja ordenada e gestões bem o seu tempo…e realmente fazer esporte não se cumprirem a agenda com o frenesi de atividades que você tem. Até pode ser que pense que fazer uma despesa no ginásio, é impensável neste momento. Busquemos, então, o que é dispensável e canjeemos o tempo ou o custo de outra atividade que, agora, sim, é uma prioridade para si.

Quando canjeas um hábito por outro, você está fazendo uma cavidade para o novo. Para se renovar, tem que jogar fora o velho, deixar sair. O fato de acumular, mesmo que sejam atividades, nos dá a sensação de estar saturados.

Dez passos para começar com o que você deseja

1. Pensa primeiro que te quer libertar-se: o tabaco, a três horas de tv dirigida por dia, da hora e meia que você tem para comer quando com meia hora te daria tempo para ir ao ginásio, de pegar o ônibus, em vez de sair meia hora antes para vir andando?

2. Uma vez feita a lista, anote ao lado quanto tempo dedica a cada atividade e o custo econômico que tem (no caso o tivesse, como pode ser fumar).

3. E escreve também como te faz sentir esse hábito: “sinto que tenho pouca força de vontade, que não trabalho em mim mesmo para me sentir melhor, que perco o tempo em uma atividade improdutiva…”.

4. Agora é momento de renovar-se. O que pretende fazer? ESCOLHE. Uma das maiores poderes que temos as pessoas, de escolher. Escolher nos faz livres, permite que nos posicionemos, saber o que queremos e ser donos do nosso destino.

5. Aproveita o recesso de que você decidiu desprenderte para introduzir o seu novo hábito. Por exemplo, se à noite você já pensou em ver menos televisão, esse é o momento para sair a rolar, correr ou para inscrever-se no centro de fitness.

6. Anote agora em sua agenda a sua nova actividade, os dias em que você vai realizar e o horário. E colocá-lo em uma cor atraente, que realce e desperte a sua atenção. O que não está escrito, não existe.

7. Faça uma lista de tudo o que você precisa para começar: roupa desportiva, ou de alimentos saudáveis, se estamos a falar de comer de forma saudável.

8. Se hoje é quinta-feira ou quarta-feira, até sexta-feira, não digas…”segunda-feira eu começo”. Faça-o hoje. É um bom dia para romper com tudo e começar com o que você deseja fazer.

9. Não dês ouvidos à voz interna que diz que amanhã, o que dá uma preguiça, ou que, dentro de um tempo. Essa voz é a voz da zona confortável. É muito pesada e pode chegar a ser muito convincente. Cartucho, cartucho, que não te ouço.

10. Refuérzate por cada pequeno passo, e a cada avanço. Não podes alcançar o objetivo de um dia. Mas sim, você pode quebrar a sua rotina e sentir que você está no caminho.

Patricia Reis Blog (3)

Resgatar hábitos tem uma grande vantagem. Não só você começa algo novo e bom para você, mas que você abandona o que se estava prejudicando. Dois em um.

Leave a Reply